[…] E tem que viver pra entender, sofrer pra aprender.

Nenhum comentário: